top of page

Sabe aquele momento...

Sabe aquele momento na manhã cedinho, a porta da sala aberta, a brisa fresquinha da manhã balançando as cortinas, a televisão ligada com um desenho passando, no sofá algumas cobertinhas pequenas e uns humaninhos segurando a mamadeira e dando risadinhas baixinhas por conta do sono que ainda prevalece...

Sabe aquele momento, primeiro dia de aula, cabelo arrumado com lacinhos e ao vento na garupa da bicicleta do papai, mochila limpinha com cheiro de novo, receber o kit da escola, cadernos novinhos, lápis com as pontas intactas, todo mundo tímido e eufórico com toda essa novidade, a ansiedade tomando conta fazendo a barriga tremer, o sinal tocando, hora do recreio, a fila na cantina pra pegar o copo de plástico azul com Nescau e as cinco bolachinhas de água e sal.


O barulho de muitas risadas e todo mundo correndo pra lá e pra cá. Ciranda cirandinha, pega pega, esconde esconde e amarelinha, no fim o sinal toca, é quase meio dia, dá tchau aos novos amiguinhos e corre em direção ao papai de bicicleta te esperando na sombra de uma árvore...


Sabe aquele momento, de ir pra casa dos avós, brincar descalço no quintal, subir no pé de jambo ou de goiaba, tirar a paz das galinhas, andar atrás do vovô tentando ajudar carregando um martelo na mão, tomar banho de mangueira, ver o sol ficando mais baixo e sentir aquele cheiro bom, "vovó está assando um bolo", entra, toma um banho, coloca uma roupa fresquinha e senta pra tomar um cafezinho com leite de vaca, vovó vem com um bolinho de milho na mão e põe na mesa...

Sabe aquele momento, voltando da escola a pé, no sol do meio dia, barriga tremendo e fazendo barulhos, a gente vira a esquina de casa e sente um alívio e quando chega no portão sente um cheiro bom, entra, "cheguei mãe", na cozinha a mesa posta, as panelas quentinhas, arroz, feijão e bife com batata frita, uma saladinha de tomate e uma jarra de suco de laranja, "como foi seu dia?", lembra das bagunças, conversas, matérias e bronca de professores, "tirei 8 em geografia"...


Como é bom ter essas lembranças e pensar sobre elas de vez em quando... Mas às vezes elas vêm tão forte em minha mente que não parecem só lembranças, e não são.

São memórias do meu futuro!


28 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page